Quem sou eu

Caso você não me conheça, meu nome é Marcello Vieira.
Sou médico, embora não atue há mais de 5 anos, e comecei a investir em 2005.
Nos últimos 15 anos, me especializei em algumas áreas do mercado financeiro – como macroeconomia, intermarket analysis (análise entre mercados), estratégias e setups automatizados com robôs e manejo de risco.

Tive a oportunidade de conhecer e aprender com alguns dos melhores investidores, gestores e traders do mundo, incluindo traders que fizeram dezenas ou centenas de milhões. Até mesmo bilhões de dólares.

Nos últimos anos, eu investi mais de 1,5 milhão de reais em conhecimento no mercado financeiro, incluindo uma consultoria particular com o renomado especialista em trading automatizado Robert Pardo – criador da Walk Forward Analysis. Participei de cursos, workshops, congressos e imersões com vários outros renomados traders como Kevin Davey, Andrea Unger, Michael Cook, Raoul Pal, Alex Gurevich e Julian Bridgen. 

Várias vezes por ano, eu me reúno com um grupo muito exclusivo apenas para convidados, junto a alguns dos melhores traders do mundo, incluindo market wizards (da série de livros Magos do Mercado), gestores e multimilionários.

Em 2020/21, durante o Bull Market de cripto, eu desenvolvi o NM Índex – indicador proprietário que aponta as criptomoedas com maior probabilidade de explodirem. Então, de forma pública e transparente, transformei 160 mil reais em mais de 5 milhões de reais em 6 meses:

Mais recentemente, durante o Bear Market de cripto, desenvolvi uma estratégia automatizada para surfar a queda do mercado. Cheguei a fazer mais de 500 mil reais em menos de 30 dias:

O melhor de tudo é que vários alunos do Investidor de Sucesso investiram exatamente da mesma forma, utilizando robôs investidores e tiveram resultados fantásticos. Tive mais de 10 alunos que chegaram a fazer mais de um milhão com as minhas metodologias.

Saiba que você pode contar comigo para te ajudar a construir a sua trajetória para se tornar um investidor de sucesso e conquistar o #plano1mm.

Forte abraço,
Marcello Vieira