Por que pensar grande é essencial para o Sucesso do Investidor

Tempo de leitura: 6 minutos

“Pensar grande e pensar pequeno dá o mesmo trabalho”. Esse pode parecer mais um daqueles pensamentos motivacionais proferidos por algum empreendedor anônimo, porém, ele tem um poder absolutamente definitivo na forma como você encara seus desafios. Não se sabe exatamente a quem ele foi atribuído, mas gosto de usá-lo como analogia quando falo sobre o Sucesso do Investidor e o que você precisa para atingi-lo.

No post de hoje, você vai entender a importância de uma mentalidade positiva e o perigo das crenças negativas, que podem cercear as suas possibilidades de sucesso mesmo em um contexto de crise. Também quero te apresentar algumas dicas simples e práticas para agir de acordo com a mentalidade que você deseja, além de uma técnica eficaz para manter o controle mental dos seus investimentos. Vamos lá?

sucesso do investidor pensar

Pense grande e enxergue oportunidades em meio à crise

Eu sei que falar sobre a crise que o Brasil enfrenta pode soar repetitivo, mas eu faço questão de mencionar esse assunto para, principalmente, lançar um olhar estratégico sobre ele. Ainda que a Bolsa de Valores esteja em queda e o dólar em alta, o exterior oferece um mercado financeiro repleto de possibilidades de investimentos tão ou mais rentáveis quanto manter seu capital em território nacional – inclusive com mais facilidades.

Há algum tempo, eu falei sobre isso em um dos meus vídeos. Nele, eu dou um exemplo prático de como o sucesso dos investidores estrangeiros está diretamente ligado ao pensamento global que eles assumem em suas operações. Confira!

Mentalidade positiva versus crenças negativas

Ao trabalhar seu mindset, ou seja, sua programação mental, de forma a aceitar que você é capaz é o primeiro passo para o sucesso do investidor iniciante. Essa mentalidade positiva, baseada na autoconfiança e no controle emocional, é o que vai sustentar a sua atuação. Quem entra no mercado de investimentos já costuma pensar grande, pois as possibilidades de ganhos são realmente rentáveis. Logo, você tem total direito de se achar merecedor.

Muitos não se dão conta disso por deixarem-se influenciar por alguns entraves psicológicos que os distanciam de sua liberdade financeira. São crenças negativas construídas culturalmente, como aquela que vê maldade na riqueza de uma pessoa. Não! Pessoas são boas ou más independentemente de sua condição financeira. Em outro artigo, eu comento melhor sobre essa e outras dessas crenças que você precisa deixar pra trás.

sucesso do investidor mentalidade positiva

Quer ficar rico? Aja como rico!

Em seu livro “Pai Rico, Pai Pobre”, o empresário Robert Kiyosaki afirma que “as pessoas moldam suas vidas de acordo com seus pensamentos”. Na prática, significa que você não deve pensar em se tornar rico, mas sim, agir como se já fosse. Obviamente que não quero influenciar você a sair torrando dinheiro por aí. Assim como no best-seller mundial, a ideia está em traçar novas atitudes que podem garantir a sua prosperidade.

Um dos principais ensinamentos do livro diz que suas crenças sobre dinheiro têm poder. Ao comparar a sua experiência como filho de um professor universitário – o pai pobre – e a de um amigo cujo pai era empresário – pai rico, o autor faz um contraponto entre a mentalidade de cada um, identificando a diferença na postura individual que contribuiu para o padrão de vida que alcançaram. Aproveite para ler mais sobre essas atitudes que ele descobriu.

pai-rico-pai-pobre

Mas, como sei que não estou cometendo erros?

Desenvolver esse mindset é tão importante para o sucesso do investidor quanto aprender como funciona o mercado. Claro, na teoria, tudo isso que estou falando é maravilhoso, mas você e eu sabemos que na prática tudo pode mudar. Por isso, eu quero apresentar a você uma técnica medicinal que me ajuda diariamente a me autoavaliar para identificar problemas e corrigi-los: o Biofeedback, muito utilizado por investidores em todo o mundo.

Essa técnica usa instrumentos computadorizados e supersensíveis que coletam dados sobre o seu corpo, como a temperatura e o nível de tensão muscular (informações impossíveis de identificar a olho nu) diante das operações. A partir desses dados, o biofeedback fornece um parecer sobre o seu comportamento, permitindo que você ajuste-o conforme a necessidade. É uma técnica fantástica e muito assertiva que indico a todos que operam no mercado.

Atenção seletiva: o perigo do excesso de confiança

Outro erro comum entre investidores iniciantes – que o Biofeedback também procura evitar – é basear-se em critérios estritamente emocionais para fazer uma suposição diante do futuro das suas operações. Sem nem se dar conta do seu comportamento, o investidor desconsidera a análise técnica e parte em busca de informações do mercado que possam respaldar sua crença. É o que costumamos chamar de atenção seletiva.

Fatores emocionais como o excesso de confiança levam o investidor a, por exemplo, tomar decisões a partir de informações de mercado divulgadas na mídia, sem investigar a fundo os fatos. Essa análise rasa não o deixa enxergar o todo, o que leva o trader a munir-se de elementos que sustentem a sua suposição. Mesmo que consulte indicadores diversos, sua atenção recairá apenas aos que reforçam sua suposição. Todo cuidado é pouco!

Pensar grande também significa investir no seu conhecimento

sucesso do investidor conhecimentoVocê sabia que 80% do sucesso do investidor é determinado por fatores psicológicos? É absolutamente normal que você nunca tenha imaginado que essa porcentagem seria tão alta. Os 20% restantes correspondem à forma como você se dedica para alcançar o sucesso. Por isso, ao comprometer-se com o seu objetivo, planejar-se, estudar e manter-se sempre atualizado, suas chances de alcançar o seu propósito serão enormes.

Então, se você já tem uma mentalidade positiva, considere-se mais próximo da sua independência financeira. O próximo passo, agora, é usar toda a sua dedicação ao seu favor para investigar e aprender como funciona o mercado, quais são as técnicas disponíveis e as estratégias que levaram outros investidores ao sucesso. Eu mesmo já estive na sua pele, quando comecei a operar, há mais de 10 anos. A diferença é que não havia referências.

Só por isso você já deve se considerar um privilegiado. O conteúdo está nas suas mãos. Agora é hora de aproveitar tudo o que eu tenho a oferecer para ajudá-lo a alcançar seu sucesso como investidor. Fique à vontade para voltar quantas vezes quiser.

Até próximo post!