Por que é melhor investir do que comprar a casa própria (com 7 poderosos motivos!)

Tempo de leitura: 15 minutos

Sair do aluguel, comprar uma casa e ter mais de um carro na garagem é sinônimo de sucesso para o brasileiro – e estão entre os seus maiores sonhos. Existe até mesmo uma pressão da sociedade onde um indivíduo, para ser avaliado como bem-sucedido, precisa residir em um imóvel próprio. Mas, este seria, realmente, o melhor caminho para o seu futuro?

A 1ª coisa que quero lhe dizer é: tenha muita cautela com os costumes de uma população que tem muito a aprender sobre educação financeira. Não seja um dos que caem nessa cilada, pois, no fim, a compra do seu imóvel estará mais para pesadelo do que para a conquista de um sonho. Priorize planejar suas finanças e não os ‘achismos’ injustificados de algumas pessoas.

A 2ª coisa que eu posso lhe dizer é: se o seu objetivo é construir um patrimônio para garantir o seu futuro, adquirir uma casa para morar pode não ser a decisão mais inteligente. Mesmo que você tenha dinheiro na conta e, ainda menos, se pretende começar um financiamento. “Mas, então, o que devo fazer?” você deve estar se perguntando.

A 3ª e última coisa que eu quero lhe dizer: se foi isso mesmo que pensou, que bom! A finalidade deste post é trazer uma nova perspectiva sobre essas suas velhas ideias. Sim, ‘velhas’, porque depois de ler o conteúdo de hoje tenho certeza que você vai abrir sua mente. Todos os indicadores e os diversos motivos para você NÃO adquirir um imóvel estão a seguir…

Então, descubra por que é melhor investir do que comprar a casa própria!

Boa leitura!

Motivo 1 – Comprar a casa própria é um mau negócio

Uma casa não gera lucro, pelo contrário, pode até prejudicar o orçamento. Mesmo que more no local, despesas com o condomínio, IPTU, dentre outras, precisam ser pagas com frequência. Por isso a aquisição é um mau negócio. Outra questão é que muitas pessoas contam com a valorização do imóvel e fazem a compra ao acreditar que será um investimento. Mas não é.

Nesse vídeo eu falo um pouco mais sobre isso:

Veja: Se você adquire um apartamento de R$ 200 mil, por exemplo, e o valor aumenta para R$ 300 mil depois de um tempo, qual será o seu benefício? Nenhum, pois além de ‘dar fim’ àqueles R$ 200 mil, você deixará de lucrar com os novos R$ 100 mil que, teoricamente, recebeu. Investimento é aquilo que traz renda, ou seja, que faz os cifrões da sua conta aumentarem.

Entende a diferença? Com isso, você deve começar a questionar: “O melhor é pagar por algo que não será meu então?”. A não ser que você compre uma propriedade à vista, mas a resposta é sim. Ainda mais se for financiar, como a maioria dos casos, o imóvel será seu somente após liquidar o financiamento. Enquanto isso, ele estará alienado em nome do banco.

Esse é outro ponto que faz a casa própria ser um mau negócio: o valor exorbitante pago no empréstimo. Por conta dos juros elevados, o montante final pagaria por dois apartamentos pelo preço de um. Além disso, quando for preciso vender, você irá adquirir outro que também se tornou mais caro. Propriedades têm pouca liquidez e isso dificulta ainda mais todo o processo.

Então por que é melhor investir do que comprar a casa própria? Veja os próximos motivos…

Motivo 2: Fatores determinantes para você NÃO comprar

Por que é melhor investir do que comprar a casa própria-não comprar

  1. Você ainda ainda não conseguiu reunir uma boa quantia dinheiro para dar de entrada e seus ganhos estão aquém do necessário. Nesse caso, você teria uma única opção: financiar pelo maior prazo possível e com o menor valor de entrada = problema à vista!
  2. Se você acabou de se casar e quer financiar um imóvel, o casamento vai ter que dar certo por, no mínimo, 30 anos. Muito cuidado, pois diversos casais se separam por problemas financeiros e orçamentos apertados ao manter “sonhos” inalcançáveis.
  3. Em 30 anos, sua família deve crescer e a propriedade ficará pequena para acomodar todos. Para trocar de moradia, você precisará vender a atual para terminar o financiamento anterior e dar entrada em um mais alto (devido a casa maior) = mais juros pela frente…
  4. Se você já comprou um imóvel próprio e está quitando as parcelas do empréstimo, pause por um instante e analise a situação. Se o seu rendimento paga apenas o financiamento, as despesas mensais e não sobra mais nada, desista de levar isso em frente.
    Conclusão: As consequências de uma decisão mal tomada, para poder alcançar um sonho, podem ser desastrosas. Portanto, planeje-se e avalie tudo com muito cautela. Agora…
  5. Se você consegue pagar, tranquilamente, os valores das parcelas da casa própria, veja se vale a pena alugar para terceiros ou até mesmo fazer a venda e utilizar a quantia recebida em outras aplicações mais atrativas. Lhe garanto que trará muito mais benefícios em longo prazo!
  6. E, se mesmo com a aquisição da nova moradia, você consegue manter um bom plano de investimentos, perfeito! A ideia aqui é realmente construir um patrimônio que gere lucros, faça o dinheiro se multiplicar e lhe traga liberdade em suas finanças. Foque nessa meta!

Vamos em frente! Conheça o…

Motivo 3: As vantagens de alugar

Se você ainda está em dúvida sobre por que é melhor investir do que comprar a casa própria, vamos utilizar o caso do apartamento de R$ 200 mil outra vez. Ao invés de comprar, digamos que você tivesse utilizado esse capital para investir. Esse valor aplicado lhe renderia, por exemplo, 2% ao mês, o que lhe traria uma rentabilidade de R$ 4 mil para sempre.

Isso mesmo! Essa renda seria vitalícia, pois você não faria retiradas do valor principal, apenas dos juros!

Imagine então poder pagar um aluguel com essa renda e viver dela sem precisar trabalhar? Ou mesmo utilizar os lucros para reinvestir e aumentar patrimônio? Seria fantástico, não é mesmo?! Porém, se você usasse os mesmos R$ 200 mil para comprar uma casa para morar, jamais poderia fazer isso. Além de precisar bater cartão na empresa em que trabalha e pagar contas para o resto da sua vida.

O que muitas pessoas não sabem é que, muitas vezes, o preço do aluguel é muito menor do que os juros de um imóvel do mesmo valor!

Portanto, se você é daqueles que acredita que morar de aluguel é perder dinheiro, tire isso da sua cabeça. Optar por viver dessa forma pode ser muito mais uma questão de estratégia e inteligência financeira com o objetivo de algo maior lá na frente. Lembre do exemplo acima, planeje-se e saiba administrar o seu dinheiro para que ele se multiplique ; )

Morar de aluguel, portanto, só lhe trará vantagens! Se o seu objetivo, de fato, se mantiver na compra da casa própria, essa decisão deve ser ainda mais unânime. Faça isso e guarde ao menos o valor da entrada do imóvel para reduzir os juros, as parcelas e não contrair uma grande dívida. Porém, não esqueça de que uma propriedade não é um investimento como vimos, ok?

Motivo 4: Financiamento é bom pra quem?

Por que é melhor investir do que comprar a casa própria-financiamento

Para os bancos, construtoras e incorporadoras, é claro, já que é a forma mais simples de vender imóveis. Até mesmo para quem não pode pagar por eles. É assim que muitas pessoas trabalham a vida toda para quitar empréstimos. Elas comprometem quase toda sua renda mensal, mal conseguem dar conta de pagá-las e terminam com um único patrimônio depois de tanto esforço.

Financiar é para quem não planeja. Comprar uma casa exige uma estratégia de longo prazo, de no mínimo, 10 ou 15 anos antes. Além disso, é preciso economizar, investir o dinheiro para que não desvalorize e, assim, evitar os financiamentos e sua prática de juros abusivos. Os indivíduos que não se preparam e não seguem esse objetivo são os que literalmente pagam por isso e por muito tempo.

Por isso, faça escolhas conscientes e não se deixe levar pelas emoções. Se você quer, realmente, adquirir um imóvel, não será com um empréstimo para sustentar o banco por longos 35 anos que você vai conseguir. Organize-se, faça um planejamento para as próximas décadas e descubra por que é melhor investir do que comprar a casa própria nesse primeiro momento.

Vá com calma e, mais uma vez, memorize: Não torne o sonho um verdadeiro pesadelo!  Pergunte a si mesmo: É melhor passar a vida endividado ou me esforçar mais por apenas alguns anos? A escolha é sua! Veja então o 5º motivo que o ajudará mais claramente nessa decisão…

Motivo 5: Receba ao invés de pagar juros

MODELO DE FINANCIAMENTO

  • Quero comprar um apartamento de R$ 500 mil na minha região;
  • Consigo dar uma entrada de 30% (R$ 150 mil);
  • O valor a ser financiado, portanto, será de R$ 350 mil com uma taxa de juros a 9,8% ao ano;
  • Prazo 420 meses (35 anos).

Quanto irei pagar no total?

De acordo com a tabela SAC o valor da 1ª prestação será R$ 3.570,78.

Ao término do empréstimo o total pago pelo imóvel será de R$ 926.233,51.

Agora ficou mais fácil visualizar o quanto você perde ao financiar um imóvel movido pela emoção? Você empresta R$ 350 mil, mas ao final, terá pago muito mais, quase o triplo do quanto financiou! Realmente é de ficar espantado. Isso acontece, pois os juros compostos estarão contra você, fazendo o capital do banco aumentar e, ao mesmo tempo, diminuir o seu.

Vamos imaginar o efeito contrário e os juros compostos a seu favor. Ao aplicar o valor de entrada (R$ 150 mil), com aportes mensais iguais à parcela (R$ 3.570,78) a uma rentabilidade média de 1% ao mês por 10 anos, você acumularia: Um capital de R$ 1.316.475,59. Muito mais do que o necessário para comprar o imóvel à vista e ainda negociar um excelente desconto!

Quando os juros compostos trabalham para você, uma verdadeira mágica acontece! Isso porque as taxas rendem sobre taxas e a curva de crescimento se torna infinita. O segredo é ter estratégia e paciência corretas para que o prêmio apareça em números na sua conta. E é por isso que muitos investidores optam pela casa própria apenas quando estão mais velhos.

Eles moram, primeiramente, de aluguel, em imóveis mais simples, para que o dinheiro fique o máximo disponível para investirem. E, após alguns anos, com um belo montante já acumulado, os atuais juros possibilitam alugar locais mais confortáveis, bem como, a construção da sua independência financeira. Esse é o seu plano para se aposentarem com mais tranquilidade.

Motivo 6: Não caia em uma cilada

 Por que é melhor investir do que comprar a casa própria_cilada

Para que isso não aconteça, permita-se ter um tempo para avaliar e analisar bem todas as possibilidades antes de decidir comprar a casa própria. Ainda mais se você não possuir toda quantia necessária para adquirir o imóvel à vista. Comece por organizar suas finanças e agir com mais equilíbrio, isso quer dizer evitar gastos desnecessários, mas manter uma vida boa.

Afinal, existem planos de curto e médio prazo também, como uma viagem de férias, aquele jantar com os amigos, a probabilidade de fazer um curso, entre outros. Sem momentos de lazer, assim como, experiências mais prazerosas na rotina, alcançar um objetivo maior, como é o caso da casa própria, torna-se desgastante. Não seja um robô, relaxe e aproveite um pouco.

Monte um orçamento para determinar o quanto poderá gastar com a futura moradia, ou seja, não financie para depois ver como ficará a situação. Esse é o maior equívoco que as pessoas cometem. O ideal é reservar parte da sua renda para investir, utilizar outra parcela para diversão, ainda fazer um ‘pé de meia’ para emergências e estar prevenido na hora no imprevisto.

Dicas extras:

  1. Antes de comprar, anote e some todos os gastos mensais que terá com a propriedade, quais sejam: parcelas, condomínio, IPTU, móveis e decoração, possíveis reformas, água, luz, internet, entre outros.
  2. Avalie se a relação de despesas é coerente com sua renda mensal, mas seja franco com si mesmo. Se não for possível assumir esse compromisso agora, NÃO compre!
  3. Se você não planejar, corre o risco de perder o imóvel e ainda parte do que investir nele. Seja cauteloso e não deixe escapar a oportunidade de descobrir por que é melhor investir do que comprar a casa própria.

Motivo 7: Opções de maiores rentabilidades

Como vimos no decorrer do post, comprar um imóvel à vista ou parcelado é sinônimo de perder dinheiro. Isso porque as quantias investidas em propriedades podem oferecer maiores rentabilidades em outras aplicações. Também vimos que, ao apostar o dinheiro em bons ativos, é possível utilizar os juros recebidos para pagar um aluguel e ainda aumentar o seu patrimônio.

Se você busca alcançar a independência financeira e garantir a segurança da sua família, invista em ativos que lhe tragam uma boa lucratividade. Priorize planejar suas finanças, faça o dinheiro trabalhar para você e alcance a liberdade! Aqui no blog, mostramos o caminho para você conseguir chegar lá. Então, conheça algumas das melhores alternativas para você investir:

Bolsa de Valores

A Bolsa de Valores é uma instituição responsável por controlar a negociação de ações de empresas com capital aberto. Quando compra uma ação, você se torna sócio de corporações e lucra quando elas também lucrarem. Com R$ 500 já é possível começar e obter boas performances.

Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs)

Os FIIs possibilitam adquirir cotas de imóveis (shoppings, galpões, salas comerciais) e geram rentabilidade com seu aluguel. Os lucros são distribuídos a cada mês e podem variar conforme a receita obtida. O aporte inicial é atraente (R$ 100).

Forex

O mercado de Forex ou trading consiste na compra e venda de moedas. Toda negociação é baseada nas taxas entre duas delas, os chamados “pares”. Assim, pode-se ganhar tanto ao comprar quanto ao vender. Comece com US$ 250.

Por que é melhor investir do que comprar a casa própria: Recapitulando

 Por que é melhor investir do que comprar a casa própria_investimentos

Ideias renovadas? Acredito que sim! Quando pensei em escrever esse post, o fiz para trazer um alerta para as pessoas. Comprar a casa própria não deve ser o seu maior o sonho, devemos almejar ser livres e independentes financeiramente. Aí sim, nesse patamar, tenho certeza que seremos muito mais felizes e realizados do que em um imóvel que não significará mais nada.

Então vamos relembrar os sete motivos do porquê é melhor investir do que comprar a casa própria? Imprima, amplie e cole em grande cartaz esses poderosos tópicos! Siga em frente no seu planejamento, organize-se e saiba que pode sempre contar comigo! Quero ver você renovar sua jornada a partir de hoje: o dia em que seguimos juntos rumo à independência financeira!

Espero que o post tenha lhe ajudado em suas decisões daqui para frente. E, se a sua resposta foi sim, me ajude a compartilhar esse conteúdo com seus amigos, família e conhecidos. Vamos disseminar essas informações e contribuir, juntos, para melhoria da vida de muitos brasileiros. Que eu possa contar contigo nessa trilha de sucesso!

Quero aproveitar para lhe deixar o convite para conhecer melhor o meu trabalho. Sou médico e investidor há mais de 10 anos. Depois de estudar muito sobre investimentos, desenvolvi um método exclusivo para ajudar outras pessoas a também começarem no mercado. Com apenas 30 minutos por mês você também pode conseguir! Clique aqui e saiba como.

Obrigado e até a próxima publicação!

Abraços, Marcello.