Como o efeito bola de neve te ajuda a acumular mais dinheiro

Tempo de leitura: 2 minutos

efeito bola de neveSeja por medo da crise ou pela sensação de estarem fazendo o que é melhor com a sua renda extra, muitas pessoas comentem o equívoco de deixar o seu dinheiro parado em uma poupança, acreditando que estão tendo algum lucro com as correções feitas periodicamente. Contudo, isso não passa de uma falsa ilusão, considerando que os altos índices de inflação acabam desvalorizar o poder aquisitivo desse dinheiro.

O melhor a ser feito em épocas como essa, é reservar uma parte do seu capital e investi-lo em ativos que tragam um retorno financeiro palpável e constante, para se aproveitar daquilo que chamamos de efeito bola de neve. Quer saber mais? Então, veja aqui como alguns tipos de aplicações podem te ajudar a acumular mais dinheiro, sem muito esforço!

Poupe e aplique

Antes de se aproveitar desse efeito bola de neve, é preciso que antes você tenha uma educação financeira e comece a reservar uma parte do seu capital, algo em torno de 20% do seu salário, para começar a investir.

Além disso, ao começar a fazer suas aplicações, é importantíssimo que você invista também em seu conhecimento. Só assim você terá chance de aproveitar ao máximo o potencial de sua renda e conseguir acumular a maior quantia possível por mês.

O que é o efeito bola de neve?

Depois de começar a poupar e investir seu dinheiro é preciso ainda aplicar de maneira mais eficiente, tal como fazem os investidores de sucesso, e procurar alternativas que aumentem a sua rentabilidade. Neste momento, os ativos financeiros são uma ótima opção para multiplicar seu capital.

Isso porque, esses ativos são aplicações em que, mensalmente, você receberá uma quantia de juros sobre o valor investido. O mais interessante é que a cada mês, a instituição financeira irá te pagar juros em cima do capital inicial, mais o que havia sido pago no mês anterior. Ou seja, você receberá pelo processo de juros compostos.

Ainda está difícil de entender? Então, imagine o seguinte: você faz uma aplicação com juros de 2% ao mês, considerando que você tem um investimento inicial de R$ 10 mil. No primeiro mês, o seu patrimônio total será de R$ 10.200, sendo que R$ 200 serão os juros recebidos. Já no segundo mês de investimento, você terá um montante de R$ 10.404, porque os juros cobrados serão calculados em cima dos R$ 10.200.

É partir dessa lógica que os ativos financeiros funcionam como uma bola de neve para fazer o seu dinheiro se multiplicar sem muito esforço!

Quais os melhores ativos financeiros?

Se você se interessou pela possibilidade de investir e obter lucros de juros sobre juros, existem algumas alternativas para você aplicar. Entre os diversos tipos de investimentos, aqueles que mais fazem as pessoas enriquecerem são:

Se você gostou dessas dicas e quer saber mais sobre como fazer investimentos para multiplicar sua renda, inscreva-se agora no curso do Investidor de Sucesso e conquiste a tão sonhada independência financeira!