Alocação de ativos: uma poderosa aliada para seus investimentos

Tempo de leitura: 6 minutos

Alguns estudos apontam que a alocação de ativos determina 94% do sucesso de um portfólio e apenas 6% corresponde às estratégias de negociação. Em outras palavras: como você distribui seus investimentos é muito mais importante do que acertar na hora de comprar ou vender.

Quem trabalha com renda variável sabe que meses bons ou ruins podem acontecer a qualquer momento. Outubro, por exemplo, registrou bons números para o Ibovespa, com uma alta de 11,23% em comparação com o mês anterior.

Já para operações em ouro e fundo cambial o resultado foi negativo (veja o ranking da EXAME.com). Se você mantém seu dinheiro em apenas uma aplicação financeira, em casos de resultado abaixo do esperado, quais serão suas vantagens? Você sabe como controlar riscos?

Além de responder a essas perguntas, no post de hoje vou te mostrar os benefícios da alocação de ativos, porque diversificar é tão importante, assim como apontar estratégias para reduzir as possibilidades de perda e aumentar sua rentabilidade com esta poderosa aliada. Acompanhe!

As vantagens da alocação de ativos

Para alcançar a independência financeira o investidor precisa se prevenir da instabilidade do mercado. É preciso escolher onde e como alocar o dinheiro de maneira a alternar as classes dos investimentos. Eis uma das principais vantagens da alocação de ativos: a diversificação.

Essa prática permite o acúmulo de ativos, o que reduz sensivelmente o risco do resultado negativo em uma carteira. Consequentemente, aumenta sua chance de superar as médias das operações e obter uma rentabilidade acima do Índice Bovespa.

Com foco em longo prazo, os custos com ordens de compra e venda também diminuem; podem ser definidos períodos para realização de novos aportes; e uma eventual queda lhe manterá tranquilo, pois você estará blindado contra as adversidades econômicas que possam surgir.

E, por fim, com uma alocação de ativos bem feita, você reduz as chances de riscos e ainda consegue controlar isso na sua carteira. Parece difícil? Acredite, não é. Essa é sua maior vantagem como veremos no tópico a seguir.

Reduza e controle os riscos

alocação de ativos riscosComo já dizia o economista e pai da Moderna Teoria dos Portfólios, Harry Markowitz, o risco de um conjunto é muito menor do que a soma dos riscos individuais. Sendo assim, ao balancear diversos tipos de investimentos você está menos sujeito ao prejuízo do que se focar em apenas um.

Seja você um investidor iniciante ou experiente, ao montar uma carteira com alocação de ativos, você a ajusta de acordo com sua tolerância à queda e as variações do mercado. Além de proteger seus investimentos de uma crise, é possível controlar o impacto das perdas.

A dica é sempre diversificar suas apostas no mercado. Essa prática cria uma compensação entre ganhos e lucros abaixo do esperado; o que permite trazer um equilíbrio entre os resultados. Por isso essa variável é tão importante para segurança das suas operações financeiras.

Você não precisa investir todo seu capital, é necessário arriscar apenas um pouco para alavancar seu potencial de ganho. Ao investir da forma correta, você acumulará ativos até que a renda passiva deles supere suas despesas mensais. Nesse momento você terá alcançado a independência financeira.

Diversificar é a palavra-chave

alocação de ativos diversificarA vantagem da diversificação pode assegurar sua carteira de investimentos. Neste post eu reforço essa importância para o investidor, pois a maioria das pessoas acredita que altos lucros estão diretamente ligados a grandes riscos. Investem em poucos ativos e têm uma rentabilidade até abaixo da média.

O que você precisa fazer é encontrar diferentes aplicações que respondam à frentes alternadas da economia. Isso porque quando houver períodos de baixa para determinado ativo, da mesma maneira você terá um resultado positivo, pois diversificou suas formas de rendimento.

É preciso encontrar o equilíbrio entre ativos mais e menos arriscados, programando-os conforme sua avaliação dos cenários econômicos. Então se ocorrer uma queda na BM&FBovespa, por exemplo, ela será minimizada com o retorno de outras aplicações como Forex e Fundos Imobiliários.

Compreende a diferença? O que eu quero mostrar é que mesmo com uma carteira que possua ativos de alto risco, pode haver solidez em longo prazo. Portanto, utilizar a alocação de ativos é diversificar investimentos e reduzir significativamente as possibilidades de erro em suas operações no mercado.

Utilize estratégias eficientes para alocação de ativos

Em meu canal no Youtube gosto muito de abordar sobre estratégias de investimentos. Neste vídeo, em especial, falo exatamente sobre como performar no mercado com alocação de capital e trago alguns exemplos.  Afinal, como utilizar um método que seja eficiente em alocação de ativos?

Defina: 1) qual percentual deseja investir em cada segmento do mercado, seja de renda fixa ou variável; 2) quais ativos irá incluir em cada categoria; 3) quanto irá alocar – ou investir – em cada ativo de acordo com sua margem de risco e 4) faça aplicações a cada mês para equilibrar a carteira.

Lembre-se, no entanto, de respeitar seu perfil para montar a estratégia de alocação de ativos. Normalmente, quanto mais jovem é o investidor, mais arrojado. Se tem mais idade, é naturalmente conservador. O que não é uma regra, o importante é conhecer o seu limite. 

Infográfico mostra alocação de ativos por perfil de investidor

No infográfico abaixo, indicamos a proporção entre investimentos de renda fixa e variável (Ações, Fundos Imobiliários, Trading, Forex), de acordo com o perfil do investidor. A opção voltada ao perfil conservador é indicada para quem não deseja arriscar muito. O moderado é mais adequado aos investidores jovens, de 25 a 45 anos. O perfil arrojado, por sua vez, é para os empreendedores com capital elevado, mas prevê  uma reserva de emergência em renda fixa.

 infografico alocação de ativos por perfil

Escolha qual perfil se encaixa mais com sua personalidade, valor para investir e momento de vida. Todos esses fatores serão norteadores para definir melhor sua estratégia. Siga os passos e alavanque seus investimentos rumo à independência financeira.

Aumente ainda mais sua rentabilidade

entrar no mercado de açõesVamos relembrar? No post de hoje vimos o que é a alocação de ativos, suas vantagens, como controlar o risco das aplicações, a importância de variar suas apostas e alguns exemplos práticos. Até aqui, você já identificou como essa estratégia pode ajudar na sua rentabilidade em longo prazo.

Portanto, uma das formas de aumentar a lucratividade de uma carteira é com a diversificação e redução de custos. Por isso a alocação de ativos se configura como uma excelente maneira de investir, pois quando houver perdas, estas serão compensadas com os números de outro rendimento.

Agora para alavancar ainda mais seus ganhos é interessante conhecer bem todos os formatos de investimento. Pesquise, busque entender o mercado e esteja seguro para elaborar sua melhor tática financeira. Aqui no portal trabalhamos de forma bem didática sobre esse tema e muitos outros.

Ficou interessado? Então fique à vontade para saber mais neste link. Será muito gratificante poder compartilhar o que aprendi até hoje com você. Espero também ter ajudado com as informações desse post. Se você gostou, compartilhe com seus contatos!

Acompanhe minhas novidades também pelo Facebook. Um forte abraço e até a próxima semana!