0s 4 erros nas finanças mais cometidos pelos brasileiros

Tempo de leitura: 6 minutos

erros nas finançasBuscar informações sobre as melhores formas de atuar no mercado financeiro, seja para investimento na Bolsa de Valores, em Forex ou em Fundos Imobiliários, é fundamental para conseguir uma boa rentabilidade e alcançar a tão sonhada independência financeira, mas, nada disso adianta se você cometer erros básicos que muitos brasileiros cometem – e possivelmente você já tenha cometido alguns desses deslizes.

Resolvi comentar aqui quais são os erros nas finanças mais comuns entre os brasileiros e que acabam comprometendo a saúde financeira da família. E, como não adianta falar apenas de problema, vamos apontar também o que é possível fazer para evitar esses deslizes. Acompanhe:

  1. Não controlar as despesas

O principal erro que as pessoas cometem no Brasil é ter um dia a dia sem planejamento. Muitas sabem apenas quanto recebem de salário, mas não fazem ideia do quanto gastam e se estão tendo despesas maiores do que deveriam. Isso pelo simples fato de que não têm o hábito de registrar suas compras, o que é fundamental para ter o controle da saúde financeira da família.

Soluções:

  1. Anotar tudo: É importante saber controlar desde as grandes despesas às mais banais. Isso inclui saber quais as taxas que você paga por empréstimos, cartão de crédito e cheque especial; o que será efetivamente pago por uma compra a prazo – muita gente esquece de calcular isso na hora de fechar um negócio – e até a registrar as despesas diárias com cafezinho e com pequenos passeios com a família.
  1. Ter uma planilha: O ideal é ter uma planilha de organização financeira para ir anotando e somando todos os gastos. Quanto mais simples e adaptada às necessidades do seu dia a dia, maior a chance de você se comprometer e realmente fazer as atualizações periodicamente. Pode ser desde um caderno, agenda ou caderneta, para fazer anotações manuais; planilhas de Excel, prontas ou criadas por você; ou aplicativos mais complexos no celular – há vários gratuitos disponíveis para download. Enfim, escolha o que melhor lhe convier.
  1. Reservar dinheiro para investir: Para conseguir investir no mercado financeiro e conquistar sua independência, ainda que com pouco dinheiro, é fundamental destinar uma parte do seu orçamento para realizar essas operações.

Como já falamos aqui: se você resolver esperar para ver o que sobra no final do mês, dificilmente vai ver efetivamente sobrar algum montante para aplicar. O ideal é definir um valor e apertar o cinto com os outros gastos. Aí, sim, você não correrá o risco de gastar seu dinheiro com despesas supérfluas. Essa é, definitivamente, a melhor solução para conquistar seus objetivos, ainda que você viva um dia a dia sem controle financeiro.

2. Não envolver a família no planejamento financeiro

O segundo problema é que geralmente é só uma pessoa fica responsável pelo controle financeiro e a família não é envolvida nas definições do que fazer com o dinheiro que sobra no fim do mês. Desta forma, como não estão envolvidos no processo, os outros componentes da família também não se sentem responsáveis em controlar as despesas diárias, mesmo que isso seja necessário para a saúde financeira da família.

Solução:

É importante sentar e debater, definir um planejamento e envolver toda a família para seguir à risca. Mesmo que apenas um fique à frente do orçamento e das operações financeiras, o casal deve conversar e chegar a um consenso sobre o percentual que será destinado aos investimentos e quais aplicações serão feitas.

3. Abrir mão de uma boa rentabilidade pela segurança

Sempre bato nesta tecla: não adianta apenas investir na poupança, que tem baixa rentabilidade só porque é uma alternativa mais segura. A diferença para outro tipo de operação mais rentável é gigante, principalmente em longo prazo.

Se você investir R$ 500 por mês durante 15 anos com uma rentabilidade alta, isso vai dar uma diferença de mais de R$ 1 milhão, comparando o mesmo dinheiro aplicado em um investimento de rentabilidade baixa. Falo mais sobre isso nesse post aqui.

Ou seja, você vai estar deixando muito dinheiro na mesa, se fizer apenas investimentos conservadores. É claro que você não vai sair investindo sem saber o que está fazendo.

Solução:

Você tem que arriscar um pouco mais para ter mais rentabilidade. Mas é preciso arriscar com conhecimento, senão a chance de perder dinheiro é muito grande. Para isso, você tem que sair da zona de conforto e ir atrás de conhecimento. Estudando o mercado financeiro e as melhores opções para aplicar o seu dinheiro, certamente você vai ter resultados muito superiores aos que você teria investindo em opções mais conservadoras como a poupança.

4. Falta de educação financeira

O quarto ponto é a falta de educação financeira. Como muitas pessoas não lêem e não fazem cursos, o que elas aprendem acaba sendo o que lêem superficialmente em jornais ou assistem em reportagens de televisão.

É claro que há muitas reportagens e notícias muito boas, mas a pessoa leiga, que não tem educação financeira, não consegue distinguir o que é útil, o que é certo, o que é melhor para cada caso, e acaba ficando perdida numa quantidade grande de informação.

É muito comum, por exemplo, quando a bolsa sobe, as pessoas verem as notícias e acharem que esse é o melhor investimento do momento. Não é porque foi o melhor investimento do último ano que necessariamente é a melhor hora pra se investir em bolsa. E mesmo que você for investir, você precisa ter um método para não perder dinheiro. Só com uma notícia do Jornal Nacional fica difícil saber o que fazer.

Solução

A solução não é muito diferente da que falamos no item anterior: investir em conhecimento é valorizar os seu dinheiro e seus investimentos. Invista num bom curso e aprenda os métodos certos, seja para investir na bolsa de valores, em Forex, ou em Fundo Imobiliário. Descubra quais são as principais estratégias e também as piores armadilhas. Com conhecimento você vai ter maior consciência de cada passo dado e aumentará as chances de ter uma rentabilidade superior.

Para aprender um Método Passo a Passo de Como Investir de Forma Eficiente no Mercado Financeiro, Clique Aqui.