Conheça as 3 Maneiras de Investir em Fundos Imobiliários

Tempo de leitura: 2 minutos

investir em fundos imobiliáriosPara quem procura uma modalidade de investimento com menor percentual de riscos e rendimentos melhores que o CDI, os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) são uma excelente opção.

Essa modalidade permite aos Investidores de Sucesso obterem cotas em empreendimentos imobiliários com maior força e rentabilidade no mercado, como Shoppings Centers e Edifícios Comerciais de Grande porte. Além disso, os Fundos de Investimento Imobiliários permitem a criação de uma carteira diversificada, capaz de reduzir os impactos de resultados ruins, como a vacância (quando não há inquilino) ou mesmo desvalorização da área residência.

Comprar na baixa

Principalmente durante a crise, quando há diminuição da demanda por imóveis e maior taxa de vacância, investir em fundos imobiliários pode ser uma excelente opção para ter bons rendimentos em médio e longo prazo. A recuperação da economia aumentará novamente a procura e isso proporcionará nova elevação dos preços.

Quem investe dessa forma precisa ter consciência que não terá resultados positivos em curto prazo. Comprar nesse momento significa a possibilidade de ter perdas, pois o imóvel pode passar por um período de vacância. Isso significa zero rendimento e o fundo ainda terá que arcar com os custos de manutenção.

Optar pela solidez do ativo

Imóveis estão entre os ativos com menor percentual de risco e que possuem uma valorização acima da inflação. Além dessa vantagem, os fundos imobiliários promovem ganhos reais e constantes provenientes do valor pago pelo aluguel do edifício.

O rendimento mensal resultante dessa aplicação, que é independente da variação do valor da cotação do ativo, pode ser usado para complementar a renda ou até mesmo atingir a independência financeira. Essa vantagem é ainda maior já que os dividendos do fundo não são tributados pelo Imposto de Renda, que é cobrado apenas sobre a valorização da cota do fundo.

Diversificar na hora de investir em fundos imobiliários

Embora apresente menor percentual de risco, como todo investimento, os FII não estão isentos de apresentarem resultados ou fases ruins. Ter uma carteira diversificada com aplicações em diferentes fundos imobiliários garante a capacidade de absorver um rendimento negativo.

Uma forma de montar sua carteira é optar tanto por aplicações que estejam em baixa e tenham capacidade de grande valorização, quanto investimentos sólidos que trarão um rendimento mensal fixo para pagar possíveis gastos para manter a carteira.

Investidor de Sucesso

Escolher o fundo de investimento imobiliário que tenha maior capacidade de valorização, além de menor custo de manutenção, é fundamental para ter sucesso nesse tipo de aplicação. Com o curso Como Investir em Fundos Imobiliários do Investidor de Sucesso, você terá todas essas respostas, além de outras informações essenciais para ter maior lucro no mercado imobiliário.