Tudo o que você precisa entender sobre trading

Tempo de leitura: 6 minutos

O trading é um grande aliado do investidor. Seja para fugir da crise ou simplesmente aumentar patrimônio. E é cada vez mais comum profissionais das mais variadas áreas ingressarem no mercado financeiro – até mesmo aqueles que estão empregados e com uma carreira sólida.

Tudo porque o trading é uma maneira muito interessante de obter lucros maiores em um período mais curto de tempo. Por isso, se você deseja conhecer melhor essa atividade, veja aqui tudo o que você precisa entender sobre trading para se tornar um trader de sucesso e multiplicar a sua renda!

Boa leitura!

Afinal, o que é trading?

A palavra trading vem do inglês e significa negociar. Dessa forma, podemos entender que ela remete aos processos de negociação no mercado, tais como a compra e venda de ações, títulos, moedas (Forex), entre outros.

Tendo em vista essa definição, muitas pessoas entendem que trading funciona como os demais investimentos. A diferença é que o objetivo principal do primeiro é a valorização do capital, enquanto que no segundo a meta é produzir renda ao longo do tempo.

Ou seja, o trading não deixa de ser um investimento também. A questão é que você compra um ativo baseado em uma circunstância específica. Depois disso, espera que ele se valorize em um determinado período para obter um ganho de capital.

Já com os investimentos de um modo geral, você aplica em ações de empresas que possuem uma maior estabilidade no mercado, por exemplo, para produzir renda ao longo do tempo. O lucro vem dos juros e dividendos.

As vantagens do trading, além da alavancagem com o risco controlado, são: a alta liquidez (operar day trade e sair rapidamente do mercado em vários ativos, sem problemas), oportunidades de operar 24 horas e a diversificação (vários pares de moedas diferentes, ouro, índices, etc.).

Tudo isso faz com que seja possível conseguir um retorno mais alto, principalmente quando vamos para trading automatizado. O que significa melhores chances quando as comparamos aos investimentos tradicionais.

Entenda melhor no vídeo abaixo:

Como operar 

trading 2

Assim como eu explico no vídeo, quem está pensando em ingressar neste tipo de atividade precisa saber que esse é um segmento onde se perde e se ganha sozinho. Logo, no trading, você será totalmente responsável por suas operações.

Com isso, é necessário dedicar-se para aprender sobre as principais escolas de análises, como a fundamentalista, fazer algumas simulações, investir em conhecimento e, só então, lançar-se ao mercado.

É importante também ter a consciência de que é normal que você tenha algumas perdas ao operar no trading. Todavia, o segredo para ter sucesso, está em conseguir minimizar as perdas e, em longo prazo, fazer com que os resultados sejam consistentes.

Essa conquista vem com o tempo, e os traders mais experientes tornam-se bem-sucedidos ao conseguir refinar suas metodologias. Motivo pelo qual é essencial ampliar o seu conhecimento e definir o melhor método para você.

Então, lembre-se que em renda variável é preciso focar no longo prazo para que os juros compostos possam multiplicar seu capital com o passar dos anos. E isso não muda para investimentos com robôs. Com eles, procuramos ter mais controle, otimizar o lucro e diminuir o risco.

Porém, é um investimento de longo prazo da mesma forma. E ainda existirão meses negativos ou menos favoráveis * já que isso é totalmente impossível de combater * em renda variável.

Panorâma geral para iniciar

Agora que já sabe a importância de focar no longo prazo, saiba que pode obter resultados fantásticos nos primeiros meses. Mas, esse não é tipo de investimento que você vai fazer dinheiro em pouco tempo (mesmo multiplicando com robôs).

Não é por qual motivo: simplesmente porque você não sabe exatamente como serão os próximos meses. E o trading continuará sendo renda variável: uma aplicação que, naturalmente, envolve riscos. Tenha isso em mente.

Dessa forma, só disponibilize um capital que, em uma última hipótese, possa perder. Claro que dinheiro sempre faz falta. Contudo, este montante não deve colocar sua segurança financeira em risco – caso você o perca -. E isso vale para qualquer modalidade da renda variável.

Sobre valores, no trading automatizado é possível começar com contas de 250 a 1500 dólares, com um ou dois robôs – esta segunda opção é interessante para iniciar um portfólio e diversificar.

Já em contas maiores, vale à pena investir em vários EA’s. Então, antes de decidir qual o melhor formato para você, avalie o quanto deseja disponibilizar num primeiro momento. Outra questão que precisa da sua atenção é em relação ao modo de operar como veremos abaixo.

Trading manual ou automático?

trading 3

Existem duas maneiras de operar no trading: manualmente ou de forma automática. Ainda que não se possa afirmar que um modelo é melhor do que o outro, esses formatos apresentam especificidades que servem a diferentes perfis de traders.

O trading manual, por exemplo, exige que o operador se atualize com mais frequência e disponha de mais tempo para negociar. Em contrapartida, traz mais facilidade quando é necessário mudar de estratégia no “feeling”.

Já o trading com robôs, ou automático, oferece uma maior agilidade operacional, além de estatísticas matematicamente comprovadas. Ele é ideal para quem tem pouco tempo para se dedicar a essa atividade. Outro ponto a favor é não ser afetado pelas mais variadas questões emocionais.

Então, qual dos formatos ganha na batalha dos investimentos? Confira todos os detalhes nesta publicação especial do nosso blog sobre o tema! Nela, você encontrará mais diretrizes para definir o seu.

Conclusão

Eu não tenho absolutamente nada contra o trading manual e conheço, inclusive, traders que são muito bem-sucedidos desta forma. Então, para mim, não existe nenhum embate entre as duas operações. Porém, o meu foco é no automatizado.

Infelizmente há muitas abordagens afirmando que os robôs não funcionam. Mas, isso é algo totalmente inquestionável. Só Bolsa de Valores, em torno de 80% do volume negociado, vem de robôs.

Sendo assim, se não funcionassem realmente, os EAS não seriam responsáveis por 80% de todo o volume financeiro, certo? Todas as grandes instituições, hedges funds, etc., usam cada vez mais robôs. Realidade que já acontece há bastante tempo.

Quanto aos resultados, eles estão aí. Existem vários fundos de investimento, inclusive o mais famoso, que utilizam somente robôs. Por isso, é importante que esteja claro: a automatização não está em período de teste.

O trading automatizado já é utilizado há muito tempo e com grande sucesso por diversas pessoas. É algo mais do que consagrado. Desta forma, que tal aproveitar para descobrir como operar com os EA’s, otimizando os seus resultados, e com baixo risco por ordem?

Aqui você encontrará um método consistente, perfeito tanto para quem está começando como para aqueles que possuem um conhecimento intermediário e até avançado. Confira agora e nos encontraremos em breve!

Um grande abraço e até daqui a pouco!

Marcello.