Saiba tudo sobre os robôs para forex

Tempo de leitura: 9 minutos

Uma das principais dúvidas dos traders iniciantes, principalmente dos fãs da tecnologia, é como escolher e operar robôs para forex. Esse trabalho pode realmente parecer difícil no começo, já que os programas oferecem inúmeras probabilidades. Mas, a boa notícia é que é possível fazer negociações de forma independente e positiva com pouco tempo de estudo e treinamento. Quer ver só?

Encontre as melhores opções do mercado e obtenha excelentes resultados ao ler o post de hoje. Com essa leitura, você também aprenderá a fugir de enrascadas e evitar riscos desnecessários na sua jornada como trader. Embarque e descubra tudo o que você sempre quis saber sobre os robôs para forex. Vamos lá!

Por que é vantajoso operar com robôs?

Os robôs para forex reduzem o enorme estresse das tomadas de decisões embutidas nos investimentos. O que se caracteriza por uma grande vantagem de operar com eles, afinal, o desgaste psicológico pode atrapalhar (e muito) uma boa performance. Portanto, não é necessário um amplo conhecimento técnico, pois os robôs já vêm pré-configurados para atuar.

Em outras palavras, esses softwares possuem a capacidade de ler indicadores nos gráficos das cotações, principalmente aqueles baseados em análise técnica. Dessa forma, você pode deixá-los operando sem qualquer intervenção da sua parte. É devido a essa facilidade que muitos investidores os utilizam como uma alternativa para economizar tempo.

Isso porque, além dos outros benefícios, os robôs para forex podem ser personalizados de acordo com o perfil do trader. Nesse caso, as ordens são programadas para acontecer conforme a sua preferência e apetite ao risco. E outra vantagem é que os programas funcionam muito melhor quando operam baseados em nossas próprias estratégias. Fantástico, não é?

Veja mais vantagens do investimento automatizado com robôs:

  • Consistência e análise de resultados;
  • Estratégias e métodos pré-definidos;
  • Exige menos conhecimento e experiência;
  • Funcionamento 24 horas;
  • Grande economia de tempo;
  • Operações profissionais;
  • Pouco acompanhamento;
  • Rápido aprendizado;
  • Zero envolvimento emocional;
  • 100% automático.

Conheça também as diferenças entre o trading manual e o automático, assim como as vantagens de cada um, no vídeo abaixo:  

Entenda como eles funcionam

Entenda como eles funcionam

Por meio da plataforma de negociação, os robôs executam as negociações configuradas pelo investidor conforme a movimentação do mercado desejada por ele. Sendo assim, ao identificar esses padrões de comportamento, o programa realiza automaticamente a operação com o objetivo de lucrar e reduzir possíveis perdas.

O caminho para isso, segue o seguinte passo a passo: você deve escolher os robôs para forex mais interessantes para o seu perfil, plataforma de negociação e tamanho de conta. Em seguida, é preciso fazer todas as programações necessárias para que o software funcione sem a sua intervenção. Após isso, o programa estará pronto para iniciar.

Importante: antes de comprar seus primeiros robôs e começar a operar no forex, tenha um método para seguir e que lhe diga o que fazer em qualquer circunstância do mercado. Esse é um dos itens primordiais para o bom funcionamento de qualquer investimento, inclusive dos automáticos. Estude uma estratégia e aplique-a com cautela na configuração dos seus robôs.

Para isso, também saiba…

Como escolher os melhores robôs para forex

Existem alguns critérios fundamentais para escolha dos melhores robôs. A seguir, separei alguns dos que mais utilizo no método desenvolvido por mim, quando comecei a investir, e utilizado no treinamento Sucesso em Forex. Observe cada um deles antes de adquirir um novo programa e evite cair em possíveis enrascadas:

  1. Uso de stop loss: a maioria dos robôs não opera com ordem de “stop”, fique atento a isso;
  2. Quantidade de ordens: verificar quantas ordens o robô pode abrir. Os ideais são aqueles que abrem poucas ordens ao mesmo tempo;
  3. Drawdown: veja a porcentagem máxima de perda do robô e prefira os que operam com margens menores (até 5% por operação);  
  4. Consistência: A curva de crescimento de capital deve ser crescente;
  5. Histórico: quanto maior o histórico do robô, melhor;
  6. Lucro: Consequência natural de escolhas que atendam os critérios acima.

Outra maneira de avaliar os robôs é por meio de um backtest, ou seja, vendo o desempenho da sua estratégia no passado com uma análise de histórico. Não recomendo robôs com períodos inferiores a um ano, pois não conseguimos saber o que aconteceu. Faça o backtest em robôs com tempos gráficos maiores, pois o recurso é muito mais confiável nesses casos.

Outro pré-requisito importantíssimo para o uso dos robôs é a instalação de um VPS – servidor para rodar sua plataforma de negociação e softwares. O VPS evita que todos os seus programas parem de funcionar caso você não deixe seu computador ligado por 24 horas ou ocorra algum imprevisto, como a queda de energia ou de internet, muito prejudiciais para o seu resultado.

Então, fique de olhos nos:

Valores, riscos e retorno

Robôs para Forex: Valores, riscos e retornoComo vimos, robôs são programas com uma estratégia embutida, cuja função é analisar gráficos e executar ordens de forma 100% automática. Mas quais são as suas desvantagens? A) você não tem controle absoluto sobre o investimento; B) existe um custo para comprá-los; C) nem todo fabricante atualiza o robô; D) ele pode parar de funcionar e variar de conta para conta.

Entenda: A) os robôs não possuem a sensibilidade do investidor para determinadas oscilações do mercado, portanto, estão suscetíveis ao erro (em menor proporção); B) o pagamento para adquiri-los é único, sua licença é vitalícia e por um preço acessível – a partir de 59 dólares -; C) já sobre atualização e funcionamento dos programas são riscos que se corre, não há como escapar. Por isso, sempre opte por uma seleção bastante criteriosa.

Agora, em relação a variação de resultados, há uma série de fatores que podem implicar, como tamanho da conta e tipo de estratégia do investidor. Porém, muitos traders iniciantes cometem erros que também reduzem suas chances de acerto. Não entender como funcionam os robôs e desativá-los ao primeiro drawdown ‘normal’ (esperado pelo programa) são alguns deles.

A dica é operar todos os pares com um bom histórico no robô sem tentar adivinhar os futuros melhores. Faça isso e deixe suas estratégias e ordens rodando, sem olhar. Na média, você deve alcançar bons resultados. Eu, atualmente, consigo percentuais de 4% ao mês com menos de 5% de drawdown e não mexo em nada. Essa é a minha dica!

Evite ainda: 1) fechar ordens manualmente, pois isso interrompe o trabalho do robô; 2) manejar o risco de forma desproporcional com margens muito diferentes nos pares (ex.: 2% em um e 0,5% em outro) = risco de perda maior; 3) usar pares inadequados que não foram testados no robô, o prejuízo, nesses casos, corrói o lucro com os demais pares.

Saiba mais em como operar com robôs para ganhar dinheiro com forex.

Análise de histórico e indicadores

Para um trabalho ainda mais assertivo com a seleção dos robôs para forex analise seu histórico ao buscar e identificar alguns indicadores. Esse passo é fundamental para o seu sucesso no trading! Por isso, verifique o tipo de estratégia, risco/retorno, consistência e poder de recuperação. Vamos dar uma olhada em cada um deles? Acompanhe:

Tipos de estratégia

  1. Conservadoras: até duas ordens por vez; baixo risco por trade (máximo 1% por operação); excelente risco/retorno; rápida recuperação e utilização do stop loss (limitador da perda).
  2. Moderadas: até 10 ordens por vez; risco moderado por trade (máximo 5% por operação); bom risco/retorno; boa recuperação e utilização do stop loss.
  3. Agressivas: mais de 10 ordens por vez; alto risco por trade (mais de 5% por operação); baixo risco/retorno, alto risco de perda e utilização esporádica do stop loss.

Dica: mantenha-se nas estratégias conservadoras e moderadas.

Risco/ retorno: pode ser medido por trade isolado ou por rentabilidade x drawdown.

Dica: buscar o equilíbrio é muito mais interessante.

Consistência: pode ser medida pela curva de crescimento de capital suave – com poucas quedas – ou pelos meses positivos x meses negativos.

Dica: quanto maior o tempo de histórico, melhor.

Poder de recuperação: quanto tempo levam os períodos de drawdown. Dica: bom poder de recuperação é aquele que é rápido.

Por fim, utilize um…

Passo a passo para escolha dos robôs para forex

Passo a passo para escolha dos robôs para forex

E, para finalizar a publicação de hoje, siga esse passo a passo e tenha-o sempre à mão em uma hora tão decisiva quanto essa de escolher seus robôs para forex. Lembre-se ainda de acompanhar minhas dicas aqui pelo blog. Toda semana trago novidades e sugestões para os seus investimentos! Então, a partir de agora, siga esses passos:

  • Entenda como o robô funciona;
  • Atente-se ao seu risco/retorno;
  • Avalie o histórico e escolha dos pares;
  • Compreenda o manejo de risco;
  • Realize testes com o robô;
  • Compare-o com outros programas;
  • Veja se ele se adequa ao seu perfil e conta;
  • Obtenha sucesso em Forex!

 

Aproveito para também lhe convidar para uma oportunidade única de conhecer meu trabalho de perto. No dia 03 de junho, eu e diversos convidados especiais, ministraremos uma aula exclusiva no evento Sucesso em Forex 2017. Inscreva-se aqui e descubra como ser bem-sucedido nos investimentos com um portfólio de robôs bem selecionado!

Não perca essa chance! Espero você!

Um grande abraço, Marcello.