O impacto da inteligência artificial nos investimentos (e na sua vida!)

Tempo de leitura: 8 minutos

Não faz muito tempo que aprender a investir era algo de outro mundo. Somente quem tinha muito dinheiro conseguia fazer aplicações. Além disso, para obter um bom desempenho, era preciso dominar tudo sobre economia e finanças. Cenário que mudou completamente após o advento da inteligência artificial nos investimentos. Evento que ganha cada vez mais força no Brasil e no mundo. Então…

Delete o conceito de  humanóides que eliminam a necessidade da presença humana em diversas tarefas. Pense agora na mais pura tecnologia, baseada única e simplesmente em algoritmos, e que automatiza todo o processo de negociação. Uma evolução que tem se tornado bastante comum no mercado financeiro, graças ao diferencial competitivo e comodidade que oferece por meio de robôs investidores.

Incrível, não é mesmo? E todo esse recurso tecnológico está disponível online e por preços bastante acessíveis. Mas, isso é apenas o começo, como veremos hoje. A inteligência artificial nos investimentos já é uma realidade e estamos diante de uma nova geração de operações automatizadas que promete transformar muitas vidas daqui para frente. E então, você está preparado para tanto? Hoje eu vou lhe mostrar que sim!

Boa leitura!

Como funciona a inteligência artificial?

O foco principal na criação de inteligência artificial são os mecanismos com capacidade de decisão e solução. Outro dado interessante é sobre o processamento de dados dessas máquinas. Elas conseguem fazê-lo numa quantidade impressionante e nada limitada. Com tanta versatilidade e facilidade a IA ganhou espaço e o coração de muitas pessoas.

Portanto, se você é daqueles que acreditava que acontecia somente em filme de ficção científica, saiba que a inteligência artificial está mais inserida no nosso dia-a-dia do que imagina. Ou você nunca ouviu falar da Siri, a famosa assistente virtual do Iphone criada pela Apple? O Google Now é outra opção da gigante de tecnologia disponível para IOS e Android.

E não precisamos ir tão longe. Grandes instituições bancárias nacionais também têm apostado nesse padrão: reconhecimento por voz e esclarecimento de dúvidas por aplicativos inteligentes são algumas das atuais e futuras novidades. Sem contar as fintechs, famosas por seu pioneirismo em soluções financeiras super tecnológicas.

Seu efeito na indústria financeira

inteligência artificial nos investimentos 2

De acordo com um estudo recente, de uma das maiores redes de Private Banking do mundo, cerca de 60% do mercado de ações é manipulado por fundos quantitativos. Ou seja, por inteligência artificial nos investimentos; onde todas as estratégias de negociação (compra e venda) são operadas por softwares de robôs investidores.

Há 10 anos esse número não chegava a 30%. Então, ao que tudo indica, em uma década a porcentagem dobrou. Isso mesmo, aquela cena de um investidor de terno, sentado atrás de um computador e cercado por gráficos não é mais atual nesse universo. E ainda não chegamos ao Forex, outro mercado em potencial para utilização dessa tecnologia.

Mas, embora estejam em crescente domínio, os robôs não são uma novidade no mundo financeiro. Na década de 80, as operações controladas por eles foram responsáveis por quebrar a bolsa americana no Black Monday. Isso porque, ao identificar a baixa dos índices, os programas passaram a vender ações excessivamente, contribuindo assim com a queda.

Um tempo depois, nos anos 90, os modelos quantitativos para operar ações e derivativos ocuparam mais espaço. Porém, um fato inesperado causou adversidade em 2008, quando os bancos mundiais passaram por uma forte crise, beneficiando apenas um seleto grupo: de fundos quantitativos como os de Robert Pardo, que obteve um lucro de 141% somente nesse ano.

Inteligência artificial nos investimentos

Então, você deve estar se perguntando: “com as ações americanas em forte desvalorização, no ano de 2008, como isso foi possível?”. O segredo está no método. Pardo, que também é meu sócio, adota a inteligência artificial para gerir suas carteiras de forma automatizada. E esse seu resultado é fruto dos sistemas que utiliza, totalmente especializados em tendências.

Fantástico, não é? Os robôs realmente vieram para transformar o ato de investir em algo mais avançado e passível de conseguir as melhores soluções para a aplicação. Afinal, você não é o único que achou que o seu investimento foi a isolada linha vermelha em um gráfico de milhares de verdes. Eu também já vivenciei isso e sei como se sente.

Podemos até vender nossa posição para tentar reverter o quadro, mas somente para visualizar uma queda na sequência. Dessa forma, a geração de fundos baseados em algoritmos possui formatos que ‘aprendem’ com as negociações. Isso significa que eles podem aprimorar suas estratégias e torná-las ainda mais assertivas. Ou até mesmo criar novas.

Com inteligência artificial e big data unidos num único sistema teremos máquinas que avaliarão milhares informações, e seu impacto no mercado, em frações de segundos. Com isso, a inteligência artificial nos investimentos veio mesmo para ficar. A previsão é que, em 2018, mais de 50% das operações de Wall Street sejam feitas por robôs.

(Não é por acaso que grandes agências de comunicação já ofereçam notícias econômicas escritas em linguagem de máquina…)

E você, vai ficar fora dessa?

Benefícios

inteligência artificial nos investimentos 3

Assertividade: Robôs são softwares que possuem uma ou mais estratégias embutidas e cada um possui determinada configuração. Com eles você dará um grande passo para o futuro e terá maiores chances de sucesso. O motivo é simples: com menos emoções envolvidas, a assertividade aumenta.

Ciência: Questões psicológicas interferem de forma direta nos resultados de um investimento. Ganância e medo são as principais delas. Como os robôs não são movidos por sentimentos, eles agirão com precisão, lógica e segurança na hora de comprar ou vender um ativo.

Início imediato: Começar a investir quase sempre significa um longo período de aprendizado e implementação. Mas, com os modernos recursos de inteligência artificial nos investimentos, o investidor pode começar a operar imediatamente.

Risco controlado: Os robôs possuem uma rigorosa gestão de risco. Com ela, o operador saberá exatamente o máximo que pode perder em uma posição. Basta escolher como seu EA vai trabalhar: de forma conservadora, moderada ou arrojada, conforme seu próprio perfil.

Automatizando suas operações no mercado

Os robôs investidores podem ser utilizados no Forex e na Bolsa de Valores. Na primeira opção, o ideal é que o investidor treine por um período na conta demonstrativa oferecida pela corretora de valores. O período é ótimo para ganhar experiência. Agora, se ainda não sabe do que se trata este mercado, sugiro que leia esta publicação antes de continuar.

Em nosso portfólio trabalhamos com estratégias diversificadas e com cerca de 12 robôs. Os custos variam muito (a partir de US$ 59), são pagos uma única vez para o uso vitalício dos EAs. A quantidade a adquirir dependerá do tamanho da conta do trader, perfil e objetivo. Normalmente, de dois a três já é um número interessante para começar.

Há ainda a opção de automatizar as operações do Forex com sinais. Este serviço também é excelente, pois copia as ordens de um operador profissional para sua conta. Portanto, a inteligência artificial nos investimentos oferece as mais variadas alternativas de investir com maior precisão. O importante é selecionar a melhor para você. Confira os detalhes.

Já no que se trata à Bolsa de Valores, o processo não é muito diferente do que vimos acima. É possível ganhar expertise na conta demo, calcular os riscos para deixá-los configurados e definir os valores que irá alocar. Feito isso, basta apertar o play e deixar o robô trabalhar, pois todas as compras e vendas irão diretamente para sua conta. Simples assim.

Conclusão

inteligência artificial nos investimentos 4

Espero que a inteligência artificial nos investimentos tenha surpreendido você assim como foi comigo quando a conheci. É claro que ela ainda está em aperfeiçoamento e, em breve, poderá trazer mais recursos para ser chamada de forma mais apropriada assim. Porém, tenho absoluta certeza que os robôs, desde já, poderão fazer total diferença na sua vida como investidor.

Atenção, você que também já tentou de tudo, mas continua perdendo dinheiro ou não sai do zero a zero em suas aplicações financeiras. Aqueles que já fizeram vários cursos, congressos (inclusive com traders conhecidos) mas que continuam sem obter bons resultados… eu sei exatamente como você se sente, pois eu também fiz tudo isso.

Até que eu finalmente fui a Chicago no ano passado e encontrei alguém que me mostrou o caminho para o sucesso. Além disso, me deu todas as ferramentas para que eu finalmente conseguisse chegar onde eu almejava. Agora eu quero dar a você essa mesma oportunidade. E você só vai saber se é para você ou não, em poucos minutos, após ver como tudo funciona…

Por isso, saiba tudo o que você precisa sobre inteligência artificial nos investimentos nesta videoaula. E eu sei que será o caminho que você vai escolher, assim como eu, para percorrer! Temos um encontro marcado.

Grande abraço, Marcello.