A Fórmula Mágica para escolher as melhores ações na bolsa de valores

Tempo de leitura: 4 minutos

Olá,

Muito prazer, meu nome é Gustavo Rigon. Tenho, a partir de hoje, a importante e grata missão de escrever artigos a você, Investidor de Sucesso, sobre uma das grandes paixões que tenho na vida: investimentos. Neste primeiro contato irei explicar a famosa Fórmula Mágica para escolher as melhores ações para investir na bolsa de valores. Sim, ela realmente existe!

Ao final, vou mostrar como aplicar a fórmula e descobrir quais as melhores ações para investir na Bovespa atualmente. E ainda vou disponibilizar uma planilha com um ranking das 115 ações para investir. É só informar seu e-mail e baixar! 

Vem comigo!

Os índices que ajudam a escolher as melhores ações

A famosa Fórmula Mágica, de Joel Greenblatt, aplica os conceitos do livro “The Little Book that Beats the Market” para revelar quais as 5 melhores e as  5 piores empresas para se comprar ações.

A ideia de Greenblatt consiste em elaborar um ranking utilizando dois múltiplos bem conhecidos: ROIC e EY. A partir desses dois múltiplos seria possível chegar à Fórmula Mágica para escolher melhores ações em qualquer bolsa de valores do mundo.

Explicando: Return On Invested Capital (ROIC), como o próprio nome sugere, é o retorno sobre o capital investido e Earnings Yield, um indicador que utiliza o lucro por ação (LPA) dos últimos doze meses dividido pela cotação atual da ação. (Para encontrar os dados das empresas (ROIC, LPA e cotação) sugiro utilizar o site www.fundamentus.com.br.)

Aí vai um exemplo bem simples de como encontrar o EY: vamos supor que a ação está sendo cotada a R$ 10,00 e o Lucro por ação (LPA) do último ano foi de R$ 0,50. É só dividir os 50 centavos por 10 reais (0,50/10), multiplicar por 100, que chegamos ao EY de 5%. Esse indicador serve para mostrar, entre outras coisas, se a ação está barata ou cara, de acordo com o lucro que vem entregando ao acionista.

Como montar o ranking das melhores ações para investir

fórmula para escolher as melhores ações 2No topo da primeira lista, inclua as empresas com maiores ROIC – e siga na ordem decrescente, pois quanto maior o ROIC, melhor. Esse múltiplo nos fornece o senso de quão bem a empresa está usando seu dinheiro para gerar retorno.

Na segunda lista, coloque no topo as empresas com os maiores EY – e siga na ordem decrescente, pois quanto maior o percentual de EY, mais descontada a empresa se encontra.

Por fim, ambos os rankings são somados e as empresas com as menores pontuações seriam, em tese, as empresas lucrativas a preços mais atrativos no momento – e que, deverão ser analisadas de forma mais profunda e com bons olhos.

Veja como escolher as melhores ações para comprar na Bovespa

Bom, acredito que agora você esteja pensando “Então, como faço para aplicar isso ao nosso mercado e descobrir como utilizar a Fórmula Mágica para descobrir as melhores ações para comprar na Bovespa?”

Segue, então, um exemplo prático: a empresa A foi a 1ª colocada em ROIC e a 40ª colocada em EY, totalizando 41. Já a empresa B foi a 15ª colocada em ROIC e a 20ª colocada em EY, totalizando 35. Neste caso, é mais indicado optar pela empresa B.

Vou dividir com você, então, o levantamento que fiz esta semana. Repliquei a Fórmula Mágica de Greenblatt, utilizando a média do ROIC e a média do EY dos últimos cinco anos, em 115 empresas da Bovespa. Com você, o resultado: e as 5 primeiras empresas do ranking foram…

5 melhores empresas para investir na Bovespa esta semana:

1° Tarpon (TRPN3);

2° Transmissões Paulista (TRPL4);

3° Unipar (UNIP6);

4° Portobello (PTBL3);

5° Comgás (CGAS5).

5 piores empresas para investir na Bovespa esta semana:

110° Triunfo (TPIS3);

111° Metalúrgica Gerdau (GOAU4);

113° Paranapanema (PMAM3);

114° Usiminas (USIM5);

115° Gafisa (GFSA3).

Baixe aqui a planilha completa com as empresas lucrativas mais baratas da Bovespa!

*Dados foram apurados na segunda quinzena de julho.

Muita cautela na hora de investir

Cabe ressaltar que toda e qualquer fórmula (mesmo a Mágica) deve ser utilizada de maneira MUITO prudente; servindo somente como um bom indício de investimento e nunca como um indicador definitivo. Ou seja, recomendo a utilização do ranking apenas como um primeiro filtro. Especialmente considerando o festival de bizarrices políticas e a dificuldade de se prever algo neste País.

Posto isso, gostaria de dar as boas-vindas a você e de ratificar o meu compromisso de me esforçar para que a leitura, na medida do possível, seja agradável, com informação útil, relevante e que, de alguma forma, o ajude no desenvolvimento pessoal e financeiro. Portanto não espere textos densos, filosóficos ou muito técnicos. Já temos vários especialistas de mercado fazendo isso, não precisamos de mais um.

Conte comigo nessa tarefa!

Gustavo Rigon

Abraço,

Gustavo Rigon.
*Gustavo Rigon é colunista e escreve semanalmente para este blog e para a newsletter Investidor de Sucesso.