Como Funciona a Compra e Venda de Ações

Tempo de leitura: 9 minutos

Uma excelente oportunidade para quem busca um investimento sólido e com boa margem de lucro, a bolsa de valores tem atraído cada vez mais investidores. Mas, antes de aplicar suas finanças, é importante entender como funciona este mercado financeiro e, principalmente, a compra e venda de ações.

Por isso, no post de hoje, trago uma série de indicadores que poderão lhe auxiliar nessa tarefa. Entenda o que é e as vantagens de comprar uma ação, como fazer isso com eficiência e segurança, o que influencia no sobe e desce dos preços, além de diversos outros tópicos que você não deve deixar de analisar na hora de investir.

Boa leitura!

O que são as ações e por que investir nelas?

A bolsa é um centro organizado que coordena, controla e monitora a compra e venda de ações de empresas com capital aberto, ou seja, que precisam de dinheiro, aumentar patrimônio, lucros, entre outros motivos. Uma ação, portanto, é uma unidade que corresponde a menor parte de uma sociedade anônima de capital aberto (S/A).  

Em outras palavras, uma ação é uma fração de toda uma companhia. O investidor que a adquire se torna, automaticamente, sócio da empresa, beneficiando-se dos dividendos provenientes dos lucros.

Basicamente, existem dois tipos de ações: ordinárias (dão direito ao voto em assembleias e participação nos resultados, mas não há preferência nos dividendos) e preferenciais (os titulares têm prioridade na distribuição dos dividendos e reembolso em caso de falência, mas não têm direito ao voto ou este é restrito). E por que investir nelas? Conheça algumas vantagens:

  • Ser sócio de médias e grandes empresas;
  • Com R$ 500 você já pode começar, sendo que para empreender ou fazer sociedade gastaria milhões;
  • Você irá lucrar com os lucros dessas empresas;
  • Ganhará com o aumento do patrimônio delas;
  • Pode investir nos mais variados setores;
  • Não precisa “cuidar” da empresa e, mesmo assim, seu capital irá crescer;
  • Utilização do home broker: permite que a compra e venda de ações seja feita do conforto da sua casa, celular e trabalho.

A compra e venda de ações na prática

compra e venda de ações - na prática

Para começar a operar na bolsa de valores, é preciso possuir cadastro em uma corretora com habilitação pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Porém, o que avaliar na hora de escolher a sua? Olhe a solidez da instituição, se os clientes estão felizes e têm sucesso; o home broker precisa ter boas funcionalidades; os problemas devem ser solucionados rapidamente; qual o preço da corretagem fixa, as análises e carteiras recomendadas.

Já as compras e vendas podem ser feitas de três formas. São elas:

Individual

Nesta modalidade é o próprio investidor que dará as ordens de compra e venda de ações. Toda a transação pode ser realizada pela internet e por meio do serviço de Home Broker, disponibilizado pela corretora em que for cadastrado. Além disso, é possível acompanhar o valor das suas ações em tempo real e visualizar todos os custos das operações.

Fundo de Investimento

Ao fazer parte de um fundo, o investidor passa a ser dono de uma parcela, do total de ações, que o fundo de investimento possui. Todas as operações de compra e venda são de responsabilidade de um gestor certificado pela CVM. Cada fundo possui um estatuto com políticas e riscos referentes às negociações.

Clube de investimento

Possuem no máximo 50 membros e, normalmente, são formados por um grupo de familiares ou amigos. A grande diferença desse modelo, para o fundo de investimento, é que não é necessário um gestor certificado pela CVM para poder operar. Nele, também há maior liberdade para opinar sobre os investimentos.

E, tão importante quanto conhecer a melhor forma para realizar a compra e venda de ações, é utilizar um método. Isso quer dizer, selecionar critérios para montar sua carteira. Esse é um fator fundamental para lucrar mais e não perder tempo. Além disso, com essas definições, você não dependerá da emoção e terá muito mais assertividade nos seus investimentos.

Nos próximos tópicos explicarei com mais detalhes.

Entenda o que é liquidez

Uma ação muito “líquida” significa que possui muita compra e venda. É um indicador importante, mas não determinante. Então, quando uma ação é bastante negociada diariamente, se você quiser comprar ou vender – a qualquer momento – fará com facilidade. Porém, tome cuidado com aquelas de liquidez realmente muito baixa, o que pode dificultar todo o processo.

A média das ações mais líquidas do mercado pode ser consultada no Índice Bovespa (IBOV), cuja revisão acontece a cada quatro meses. Porém, as ações que mais aparecem lá nem sempre são as melhores, como por exemplo, as da Petrobrás. Esta empresa teve seus lucros diminuídos e está constantemente no IBOV. Mas, atenção: existem outros índices além deste.

O que, de fato, influencia no preço das ações são: os valores e as expectativas em relação à empresa no longo prazo, as condições da economia de um modo geral, assim como, do setor do qual fazem parte e os sentimentos sobre à companhia e o mercado. Assim, é impossível saber o que acontecerá no futuro

Mas, com um método, você conseguirá selecionar boas empresas que deem lucros. Afinal, esse é objetivo, certo? Então, veja:

Quais os segredos para ter sucesso na bolsa?

compra e venda de ações - sucesso

Simplicidade é a palavra. Muitas pessoas perdem dinheiro na bolsa porque não sabem o que estão fazendo. Investem como se fosse um cassino, são levadas pelas emoções (empolgação ou desespero) e não informam-se da maneira correta. Logo, antes de ingressar neste mercado e realizar a compra e venda de ações, tenha um método eficiente.

E não basta apenas possuir uma estratégia fixa, é preciso seguir com disciplina, entender a dinâmica de movimentação dos preços, não permitir que o lado emocional o abale e aprimorar-se de forma constante. Dessa maneira, saiba quem acompanhar para aprender sobre tudo isso e não caia em conversas de pseudo especialistas, pois não existem milagres.

Tenha em mente que Bolsa de Valores é lugar para longo prazo. Isso porque você precisa dar tempo ao tempo para os juros compostos fazerem efeito, as ações se recuperarem, em caso de quedas por pânico ou problemas econômicos, e também se valorizarem. Afinal, esse é um tipo de investimento para acumular capital e criar patrimônio.

Não deixe o medo nunca lhe paralisar!

Em caso de períodos de queda prepare-se psicologicamente para isso e não perca a lógica nesses momentos. Uma porcentagem (5%, 10%) a menos não dá nenhum “frio na barriga”. Portanto, acostume-se com o vai e vem da bolsa. Jamais deixe de cumprir com sua estratégia e planejamento por mais que inicie com situações de baixa, pois bons resultados sempre virão no longo prazo!

Lembre-se disso para alcançar o sucesso e conheça as:

Taxas para investir no mercado de ações

Taxa de administração

É uma tarifa paga aos clubes e fundos de investimento pelo tempo em que o investidor operou ao utilizar esse modelo.

Taxa de corretagem

O investidor paga à corretora todas as vezes em que compra ou vende ações. Aqui, o valor normalmente é fixo, mas vale sempre checar direto com a instituição.

Taxa de custódia

Todos que possuem ações têm que pagar essa alíquota à corretora. No entanto, muitas delas decidem não cobrá-la nos meses em que o investidor emitiu ordem de compra ou venda de ações.

Taxa de Emolumentos

Essa tarifa é cobrada pela BM&FBovespa em cima do valor das transações que o investidor realizou.

Taxa de performance

Alíquota paga sempre que o fundo conseguir maiores ganhos do que o prometido em contrato.

Conclusão

compra e venda de ações - estudar

Agora eu lhe pergunto: vale a pena se aprofundar nos estudos sobre as ações? Na minha opinião, depende muito. Se você tem tempo, gosta de estudar sobre o mercado e é apaixonado pelo assunto, sim. Mas, caso não tenha como fazer isso ou só quer aprender a investir melhor, eu acredito que não. Sem muita dedicação acho difícil conseguir bons resultados.

E, para ter lucro investindo na bolsa de valores, é essencial saber qual o momento certo para comprar e vender suas ações e quais delas trarão maior rentabilidade sobre o capital aplicado. No entanto, seguir uma boa análise, feita por especialistas, e utilizar uma estratégia eficiente para montar sua carteira, ainda parece difícil demais para você?

Saiba que fazer isso está apenas a um passo da concretização. Basta você querer e dispor de singelos 30 minutos por mês para deixar tudo funcionando. E este é exatamente o assunto abordado no curso Investidor de Sucesso, no qual você verá um passo a passo sobre como maximizar o retorno sobre o seus investimentos na Bolsa de Valores.

Com um método simples, exclusivo e que, comprovadamente funciona – pois o criei para me ajudar nas aplicações, compartilho com você minha técnica para bater o Índice Bovespa, gastando somente 30 minutos por mês para escolher as melhores ações do mercado. Foi assim que me tornei o Investidor de Sucesso que sou hoje.

Atualmente, estou muito satisfeito com meus resultados e espero poder ajudar você a também alcançar todos os seus sonhos! Clique aqui, não perca mais tempo e conte comigo nessa jornada!

Forte abraço, Marcello.