Como Aplicar na Bolsa de Valores: os Riscos de Cada Tipo de Ação

Tempo de leitura: 3 minutos

como aplicar na bolsa de valoresInvestir na Bolsa envolve certos riscos, como em qualquer investimento financeiro. Aprender a calcular quais tipos de ação oferecem maior ou menor risco e entender melhor como aplicar na Bolsa de Valores é importante para acertar na compra e fazer investimentos mais seguros através de uma carteira de ações bem estruturada.

Se você acompanha o Investidor de Sucesso há algum tempo, já deve saber quais são os dois principais grupos de ações que são comercializados no Brasil. São as ações Preferenciais Nominativas (PN) e Ordinárias Nominativas (ON). Hoje iremos falar sobre o risco que cada uma delas oferece ao investidor para que você tenha uma base melhor para tomar suas decisões e escolher uma boa carteira de ações.

Entendendo os riscos no mercado de ações

As ações comercializadas na Bolsa de Valores são consideradas, de maneira geral, um investimento de médio a alto risco. Contudo, quando o investidor cria uma cartela de ações diversificada e bem estruturada e vai entendendo, com o passar do tempo como aplicar na bolsa de valores, é possível minimizar as chances de perda e obter uma opção muito segura de investimento.

Classificação de riscos das ações por sua liquidez

As ações da Bolsa podem ser classificadas como um papel de maior ou menor risco conforme a sua liquidez, ou seja, seu o potencial de venda para terceiros sem perdas. Neste sentido, as chamadas ações blue chips, são as mais valiosas e que oferecem os menores riscos.

Ações Blue Chips

Ações Blue Chips são papéis comercializados por empresas sólidas e são vistas como ações de alto valor de mercado, por isso são vendidas de maneira mais rápida, permitindo que o investidor possa resgatar os valores aplicados nas ações de forma mais fácil.

Como são percebidas de maneira extremamente positiva pelo mercado, as ações Blue Chips são as mais procuradas por investidores e as mais comercializadas, o que contribui para a manutenção do seu valor.

São consideradas ações Blue Chips atualmente, as ações de empresas de infraestrutura, como a Cemig, Usiminas, e gigantes do mercado nacional, como a Ambev, Vale e Santander.

Small Caps

O risco de uma ação também pode ser calculado pelo seu grau de capitalização do negócio. As empresas menores, com um número menor de papéis em circulação, são chamadas de small caps. Elas normalmente podem ter boa liquidez, embora ela seja relativamente menor do que as ações de primeira linha.

Incluir ações small caps na sua carteira pode ser uma medida interessante, principalmente se você tem alguma experiência ou um bom faro para descobrir bons investimentos, pois já que elas têm menor valor, seu potencial de crescimento é muito grande, permitindo uma boa taxa de lucratividade para o seu negócio.

Saiba mais sobre Como Aplicar na Bolsa de Valores

No meu curso Investidor de Sucesso eu ensino o passo a passo para Investir em Ações, de forma segura e descomplicada. E, mesmo que você seja um iniciante e esteja começando do zero, é possível aprender a fazer seus primeiros investimentos dedicando apenas 30 minutos do seu mês utilizando o meu método testado por investidores experientes.

Se você quer ter mais rentabilidade nos seus investimentos e busca sua independência financeira, sugiro fortemente que comece agora mesmo a investir no seu aprendizado. Clique aqui para conhecer mais sobre como eu posso te ajudar a diminuir seu tempo de aprendizado com a minha metodologia.